Falta de ingestão de água e má higiene podem provocar a infecção urinária

A infecção urinária é uma das principais causas de atendimentos nos postos de saúde. Algumas mudanças de hábitos podem evitar a infecção.

Saiba quais são os sintomas de uma infecção urinária e os cuidados com os idosos

A infecção urinária é uma das principais causas de atendimentos nos postos de saúde. Os sintomas variam bastante: dor, ardência, urgência de ir ao banheiro, cheiro forte no xixi, eliminação de pouco xixi e até febre. A uroginecologista Marair Sartori e a médica da família Denize Ornelas estiveram no Bem Estar desta terça-feira (24) para falar sobre sintomas, cuidados e tratamentos.

As mulheres são as que mais sofrem com o problema. Nelas, a uretra (canal que conduz a urina) é mais curta do que nos homens. Isso facilita a contaminação. A doença pode surgir em lugares diferentes – na bexiga é a infecção urinária baixa e nos rins é a infecção urinária alta. Quando está só na bexiga, a infecção é chamada de cistite. Se o processo não é resolvido, pode subir pelos ureteres, que é a ligação entre bexiga e rim, e a partir daí se espalhar para o corpo todo.

Conheça histórias de mulheres que tiveram infecção urinária

Conheça histórias de mulheres que tiveram infecção urinária

De acordo com os especialistas, na infecção urinária baixa a pessoa pode apresentar um desconforto para urinar (ardência), aumentar o número de micções, geralmente associado a uma pequena quantidade de urina e pode apresentar uma dor no abdômen inferior. A infecção alta é um caso mais grave. A pessoa pode ter febre, náuseas e vômitos. Também pode reduzir o apetite, queda no estado geral e dor na lombar.

Por que a infecção aparece? A infecção urinária pode ser causada pela falta de ingestão de água ou pela má higiene. Dependendo da idade, uma série de outros fatores podem ser levantados como causa.

Algumas mudanças de hábitos podem evitar a infecção: urinar após as relações sexuais, trocar fraldas e absorventes quando estão úmidos, evitar roupas úmidas e, o mais importante, tomar bastante água (pelo menos dois litros por dia).

 De acordo com os especialistas, na infecção urinária baixa a pessoa pode apresentar um desconforto para urinar (ardência), aumentar o número de micções, geralmente associado a uma pequena quantidade de urina e pode apresentar uma dor no abdômen inferior. A infecção alta é um caso mais grave. A pessoa pode ter febre, náuseas e vômitos. Também pode reduzir o apetite, queda no estado geral e dor na lombar.